domingo, 18 de outubro de 2015

[Súmula de Domingo] O ciclo da água - Por Ana Cristina

Parece uma aula da 3ª série primária, mas não é. Apenas uma lembrança do que estudamos. Todos os Brasileiros que passaram por uma escola, estudaram o Ciclo da Água. Lembro que fiquei tão feliz quando soube o quão importante era uma árvore para o meio ambiente. Essa correlação da natureza com o ser humano, confesso me fascinou. Quando pequeninos depositamos todas as chances de sabedoria nas escolas, e quando saímos de lá com uma informação capaz de mudar algo dentro de nós, é fascinante e não esquecemos, fica impresso em nossa biblioteca cerebral, não esquecemos jamais. Sendo essa informação de suma importância, aprendemos nela que não devemos fazer nada de nocivo ao meio ambiente, pois somos nós também atingidos, já que fazemos parte dele. Eu pergunto, porque essa aula tão esclarecedora, tão primordial, não faz mudar a consciência dos homens que desmatam? Será porque eles, na maioria, são analfabetos? Ora se assim o são, não tem como saberem que cortando árvores estão eles cravando uma estaca em seus próprios corações. Se chove, há inundação porque não há mais a sustentabilidade na terra. Essa é feita com as raízes das árvores, elas dão sustentabilidade à Terra. Nós aprendemos isso lá naquela aula, lembra? Se não há sustentabilidade, só pode haver inundação, já que as calçadas e as ruas não são permeáveis. Estes servem de barreira para a passagem da água, elas encontrando obstáculo, escorrem rua abaixo, deveriam entrar nas bocas de lobo, mas geralmente elas não existem ou estão entupidas. Então lá se vai a água correndo e arrastando tudo que encontra pela frente, o próprio ser humano que permitiu sua estada ali. Aí reclamam e xingam a chuva que não tem nada a ver com isso, ela apenas vem como veio ontem, ano passado, século passado, enfim, o meio onde ela cai é que foi mudado, desconstruído. Se não chove, é um calor dos infernos, isso é o que está acontecendo agora, ninguém aguenta mais, tanto calor. Estamos sofrendo todas as consequências dos desmandos com a natureza. Precisamos sermos menos seres humanos e passar a ser mais animais. Nos colocarmos no lugar do passarinho que tinha o seu habitat todo definido e de repente ele chega de sua caçada em busca de alimento e encontra nada, absolutamente nada. O que você faria se fosse com você? Será que nós é que somos o animal dominante? Somos tão burros, por que destruímos nossa própria casa, que animal faz isso? É certo que alguns são predadores, mas você já viu algum destruir e sair, ou você viu um animal caçando porque estava com fome e ou caçou para alimentar os filhotinhos que ele deixou em algum lugar na mata ou na floresta que provavelmente ele não encontre quando retornar para casa? Pode parecer um assunto batido, chato para alguns, sem relevância para outros, mas devemos repensar nossas ações, nossos costumes e tradições. Precisamos arrumar a casa, reorganizar nossos ambientes para quem sabe deixar um legado ecologicamente correto para os nossos descendentes. Você já mapeou o lugar onde mora? Já reparou se há árvores plantadas por lá? Procure saber na Prefeitura do seu bairro se há algum projeto de reflorestamento, se há algum projeto para reflorestar o lugar onde mora, se não corra, monte o seu, faça sua parte neste Planeta Água.

Ana Cristina

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Sofro em teu olhar - Robson Lima

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com