quarta-feira, 11 de novembro de 2015

[4ª Poética] Meu anjo negro - Maria José



Quando eu era uma criança
Nunca um anjo, pude ser
Porque sempre diziam
Como um anjo queres ser?
Já viste um anjo negro???
É melhor te esquecer.

Olhando, este anjo negro??
Senti satisfação
Uma imensa alegria
E paz no coração!

Anjo negro, és tão belo!
Com suas asas imponente,
Tu existe meu anjo negro?
Como eu estou contente!

Nunca um anjo,??
Pude ser
Por tanto preconceito.
Eu era apenas uma criança
Vivendo minha infância

Cheio de sonho e esperança!



Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Sofro em teu olhar - Robson Lima

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com