quarta-feira, 11 de novembro de 2015

[4ª Poética] Nasci Poeta - Diego Sant'Anna



Quando meus lábios foram feitos,
Juntei os sons e transformei em melodia.
Quando meus olhos desabrocharam,
Eu enxergava o que ninguém podia ver.
Então descobri que eu era diferente,
Nasci poeta.


Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Sofro em teu olhar - Robson Lima

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com