quarta-feira, 25 de novembro de 2015

[4ª Poética] O entardecer - Maria José

Sento na minha varanda
Olho o horizonte 
E contemplo o pôr do sol!
Sinto em minha alma
Uma imensa calma
Que invade todo o meu ser.
Ouço o canto dos pássaros, 
Que voam para os seus ninhos
No entardecer.
Paz tão serena!
Noite que se aproxima 
Com o entardecer.
Só eu e o fim de tarde 
Conseguimos entender. 
Toda aquela harmonia 
Que alegra meu viver!
Procuro aproveitar 
Aquele entardecer.
Olhar fixo o horizonte 
Sentada na minha varanda
Contemplo o entardecer!
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Versos da alma

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Versos da alma

Versos da alma

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[Súmula de domingo] - JOGOS DA MASSA – Ana Cristina

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com