sexta-feira, 27 de novembro de 2015

[A vida por Ana Rapha] Os ciscos

Olá, meus leitores!!
Vamos a mais um texto de Ana Rapha Nunes? Que tal refletirmos um pouco sobre nossas vidas? Confiram "Os ciscos".

            Sabe aquela máxima de que ter muito dinheiro é tão difícil quanto não ter dinheiro algum? Isso vale para a felicidade. Ser feliz assusta, dá medo. Quando você se sente muito feliz, qualquer coisinha pode atrapalhar a felicidade tão sonhada. Os ciscos passam a incomodar...
            Outro dia estava conversando com uma amiga minha e ela estava queixando-se do seu namorado. Até seis meses atrás ela andava solitária há anos, só se envolvia com trastes, daqueles que vão comprar cigarros e nunca mais aparecem. Hoje, ela tem um namorado lindo, gente boa, super apaixonado, vive um amor digno de tela de cinema, mas ela segue reclamando, porque ele deixa a pasta de dente aberta, não manda mensagem assim que acorda, adora comer hambúrguer. O que são essas migalhas diante do romance que ela vive diariamente? Dos beijos cinematográficos, das juras de amor eterno, das noites de paixão, do carinho e do companheirismo que um tem para com o outro? São ciscos, apenas ciscos. É disso que estou falando. Como gostamos de reclamar e de não valorizar nossas conquistas. E Roberta não é a única, posso elencar uma penca de exemplos.
            É a Inês que reclama do serviço da diarista todo dia que ela vai, mas quando a moça falta, ela quase morre do coração com tudo por organizar em casa; é o João que reclama dos gastos que seu carro zero dá, sendo que até outro dia só andava de busão; é o Henrique que reclama da bagunça do filho, mas seu maior sonho era ser pai; é a Mariana que reclama de ter que limpar uma casa grande, mas mora quase em um palacete.
            E por aí vai, João, Roberta, Inês, Henrique, Mariana, todos nós reclamando dos ciscos, sem apreciar a beleza e os encantos dessa viagem que é a vida. 

Quer saber mais sobre Ana Rapha Nunes?
Confira: www.facebook.com/escritoraanarapha
Share:

2 comentários:

  1. Realmente, na maioria das vezes reclamamos dos ciscos! Lindo texto, Ana Rapha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Andréia!! Obg!! ;)

      Excluir

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Versos da alma

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Versos da alma

Versos da alma

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[Súmula de domingo] - JOGOS DA MASSA – Ana Cristina

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com