sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

[Conto] O Maior Presente - Mariane Helena

 Já era véspera de Natal, e mais um ano Pedro estava a trabalho! Mesmo assim ele sempre tentava dar o melhor natal de todos para sua família, comprava a maior árvore, os melhores enfeites, um bom peru, lindos e caros presentes... E mesmo assim, o natal não tinha significado nenhum para Sofia e seu filho.
Enfeitavam a casa, porque todos assim o faziam, entulhavam os presentes e os largava em qualquer canto, e apesar do banquete posto à mesa, nenhum se quer chegava próximo à comida. Talvez essa época fosse a data mais triste daquele lar.
Pedro, mesmo em outra cidade, ligava sempre. Tentava fazer uma festa pelo telefone, dizer o quanto amavam e se certificar que não lhes faltava nada... E a resposta como sempre era não! Para Sofia, dizer o que sentia, deixaria tudo mais melancólico, pois também julgava que seu marido apesar da aparente felicidade, estaria com o coração partido de por mais um ano não se fazer presente.
Mas algo nesse ano mudaria!
Amargurada após colocar seu filho pra dormir, Sofia desci a sala e aos pés da pomposa árvore de Natal pede para que o seu presente seja a presença de seu esposo no próximo ano, pois não agüentava mais viver aquela noite que outrora, (na sua infância), era a mais esperada do ano, agora ser apenas reminiscências e lamentos...
Quando a gota de sua lagrima cai ao chão, eis que algo aconteceu! Como se uma magia penetra-se o ambiente. Mas Sofia já descrente de tudo, apaga as luzes e vai para o seu quarto;
Na manhã seguinte, dia 25 de dezembro, o dia amanheceu ensolarado. Crianças de férias corriam pelas ruas, os vizinhos limpavam a casa após a festança e Sofia segue sua rotina matinal. Ao meio dia em ponto, a campainha de sua casa toca. Largou então, as panelas no fogo e quase que sem paciência atendi a porta.
-Oi amor! Feliz Natal! Diz Pedro com os olhos cheios dagua. Nesse instante após pular nos braços de seu Marido, Sofia se lembra do seu pedido de Natal e imediatamente correu ascender a árvore e contar a Pedro, pois o papai Noel o trouxe para casa.
Ouvindo a história, Pedro, se emociona novamente. Sofia estava até encabulada por dizer ao marido que ainda naquela idade ela acreditava em papai Noel. Foi nesse momento que Pedro lhe conta toda a verdade.
Pedro disse que durante uma escala no aeroporto da cidade ao lado, um piloto da empresa aérea chega até ele e o avisa que o cobriria nesse natal pois a muito tempo eu não tinha o privilégio de passar junto com a minha família. Apesar de estranhar a idade daquele piloto, pois se tratava de um piloto com cabelos brancos e barba por fazer, mesmo assim, não deixou a oportunidade passar! Rapidamente se trocou e quando de presa abria a porta do seu carro, esse mesmo piloto, disse a ele que quando chegasse em casa encontraria um lindo presente.
Nesse momento, Sofia  se constrange pois não preparou nada para presentear seu amado. Mas antes mesmo que ela pudesse se desculpar Pedro completa dizendo: -E ele tinha mesmo razão! O meu maior presente está aqui, o presente por estar junto com vocês!

Daquele dia em diante, todos os Natais na casa de Pedro e Sofia, ganharam um novo significado, o verdadeiro significado... A presença! A presença é o maior presente que você pode dar a uma pessoa.


Mariane Helena

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Versos da alma

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Versos da alma

Versos da alma

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[Súmula de domingo] - JOGOS DA MASSA – Ana Cristina

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com