sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Convite - Lançamento de "A Fada Madrinha" e "A Escolhida" em São Paulo

Boa noite pessoal.
 Hoje venho aqui fazer um convite muito especial para vocês!
 Amanhã, 20 de fevereiro, às 15h30 no auditório da livraria Martins Fontes na Av. Paulista em São Paulo, as autoras Amanda Ághata Costa e Kate Willians estarão realizando o lançamento dos livros "A escolhida" e "A Fada Madrinha".
 Será um evento super divertido com sorteio de brindes, sessão de autógrafos e muitas guloseimas...rsrs
 Então você que é de SP, não deixe de ir até lá prestigiar o trabalho das autoras, e é claro, garantir o seu exemplar de "A Fada Madrinha" e "A Escolhida".

Snopse "A Fada Madrinha" - Katy Willians:

Você já se perguntou, em algum momento da vida, sobre quem realmente está por trás de todos os finais felizes dos contos de fada? E o que acontece com estas pessoas quando a princesa finalmente se casa com seu príncipe encantado? Isso livro nenhum conta! Aliás, duvido que você consiga imaginar uma fada madrinha, que não seja velha demais, roliça demais ou simpática demais. Não que eu seja uma ‘Sininho’ da vida, mas sou muito diferente, do que dizem por aí. Nós, fadas madrinha, não fazemos outra coisa da vida que não ajudar as nossas princesas a encontrarem o seu final feliz. Este é o nosso único propósito. O problema é que quando ninguém está olhando, nós nos perguntamos quando chegará a nossa vez. Será que teremos que ajudar umas às outras, no final das contas? Será que o ‘felizes para sempre’ também existe para nós? Bom, meu nome é Emily. Só Emily. E esta é a minha história. Chame de conto de fada, se quiser, mas não saia por aí me descrevendo como a criatura mais adorável do universo, porque estou bem longe de ser assim. Qual é?! Só porque eu sou uma fada madrinha, quer dizer que tenho que viver de bom humor? Quem foi que te disse essa mentira?

Sinopse "A Escolhida" Amanda Ághata Costa:

Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota dispersa na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais desde a infância. Devido à sua aparente doçura e beleza, ninguém seria capaz de supor que, além de um anjo, ela também é um demônio com sede de poder. Os espertos deveriam manter-se distantes, mas há olhares que não deixam de admirá-la. Egran não desperdiçaria a chance de apoderar-se de habilidades tão interessantes: ela é a escolha perfeita. Entretanto, nem todos se sentem realizados. O círculo seria um refúgio ideal para os demais feiticeiros, se o próprio líder não os tratasse como marionetes descartáveis. Movidos pelo medo e controlados pelo mestre, os componentes do grupo obedecem, sem pestanejar, às ordens recebidas. Ao se ver arrastada para lá, Ari se encontra diante de situações improváveis, arriscando-se a expor mais do que gostaria. Para ela, sentir é algo que sempre esteve fora de seus limites. Não poderia vivenciar qualquer forma de emoção, esta era a promessa. Até que Luke surge em seu caminho e abala as estruturas congeladas, derretendo-as e modelando novos conceitos. O amor realmente fará brotar a alegria? Ou irá arrastá-la diretamente para a morte? O passado obscuro de Ari será o suficiente para fazê-la estilhaçar de uma vez por todas, não restando oportunidades para uma nova tentativa de se 

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Sofro em teu olhar - Robson Lima

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com