sábado, 23 de abril de 2016

[Poema] Quando Duas Luzes Se Encontram Na Escuridão - Diego Sant'Anna



Queria te dar um poema
Mas você é o verso mais lindo
Que a vida já escreveu..
Queria cantar uma música
Mas minha voz é insuficiente
Para expressar o meu amor.
Queria te dar uma carta
Mas seria muito grande.
A maior que o mundo já viu.

Você imaginava ser a luz dos meus olhos?
Ser meu sonho mais bonito?
Caminhar comigo em direção ao infinito?

Nunca imaginei ser a luz dos seus olhos iluminados.
Você é um sonho que se tornou realidade.
Caminharemos juntos para além do infinito.

Você sonhava ser o motivo do meu sorriso?
Ao meu lado realizar o impossível?
Tocar um sentimento invisível?

Nunca sonhei fazer parte do seu sorriso.
O impossível para nós não existe.
Nossos corações batem na mesma sintonia.

Você esperava ser um dia tão amado?
Sem medo de viver cada momento intensamente?
Acordar sem motivos, sorridente?

Nunca esperei que o amor fosse tão incrível.
Cada momento se torna eterno quando estamos juntos.
Não somente ao acordar, mas o dia todo sorrindo e feliz ao seu lado.

Eu sabia
Que um dia te encontraria.
E no silêncio do meu ser
Minha vida mudaria.
Eu sonhava
Que em seus olhos eu olhava.
E lá no fundo do precipício

Seu amor me resgatava.

Diego Sant’Anna & Lucas Teodoro

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Sofro em teu olhar - Robson Lima

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com