sexta-feira, 17 de junho de 2016

[Resenha] Geena - Eles voltaram - Geraldo Medeiros Jr.

Olá queridos forasteiros!
Hoje trago para vocês a resenha de um livro que eu simplesmente amei!
Confiram:


Imagine se um dia todos os mortos retornassem a vida, seus parentes, amigos e conhecidos que antes estavam mortos, agora novamente ao seu convívio. É exatamente isso que acontece no livro "Geena - Eles voltaram" do autor Geraldo Medeiros Jr.
 A princípio, isso parece assustador, mas quem nunca desejou que uma pessoa querida retornasse para dar pelo menos um último adeus? E quais seriam as conseqüências disso para o mundo?
 Em "Geena", o pensamento de que mortos são seres deploráveis, sujos, deformados e sedentos por sangue é quebrado. Aqui ao retornarem das profundezas da terra, os ressuscitados se tornam seres serenos e amigáveis, seres com a capacidade até mesmo de se auto-regenerarem, mas incapazes de reagir a qualquer tipo de ato, tudo que lhes é feito ou ordenado, é aceito sem nenhuma resistência.
 Com os retornos, o número de pessoas no planeta acaba dobrando e por conseqüência, gera uma grande crise mundial, tanto econômica, quanto social. Para controlar essa situação, é criada uma grande agência que fica responsável por cuidar e estudar esses ressuscitados.
 Após serem removidos para uma área reservada, como uma espécie de cidade onde só haviam ressuscitados, o antropólogo DR. Rui Montenegro foi enviado para estudar e a analisar o comportamento deles. Após alguns dias entre os ressurretos, Rui começa a notar que havia algo de errado acontecendo, não com os ressuscitados, mas sim com os responsáveis pela grande agência.
 No ímpeto de saber o que estava acontecendo, Rui acaba descobrindo certas coisas que o levam á um problema muito maior do que ele poderia imaginar.

  Eu gostei bastante do enredo deste livro. A princípio, achei um pouquinho cansativo, talvez pelo grande número de informações que nos é passada, porém são informações cruciais para compreendermos cada coisinha.
 A partir do momento em que o personagem começa a narrar a história, é que começamos a encaixar as peças desse grande quebra-cabeça, e também a ficarmos cada vez mais ansiosos para desvendar esse mistério.
 Eu particularmente achei a escrita do Geraldo Medeiros Jr. sensacional. Com uma gama de detalhes e situações, ele consegue envolver muito bem o leitor. A forma como tudo foi pensado, detalhe por detalhe, nos faz perceber o carinho que o autor teve para escrever cada uma das situações aqui apresentadas. E são essas que por muitas vezes até nos levam a refletir sobre a nossa própria existência.
 Esse é um livro de mais de 400 páginas, muito bem escrito, que sem dúvida nenhuma, eu recomendo e tenho certeza que irá entrar para a sua lista de leituras favoritas!


 E aí, você já leu esse livro? Se sim, então deixa aqui nos comentários a sua opinião sobre ele.
 E se você ainda não leu, clique aqui para adquirir o seu.

 Boa leitura a todos e até a próxima! :D
Share:

Um comentário:

  1. O livro me surpreendeu bastante e tive várias emoções ao longo de sua leitura, algumas vezes tive que parar de ler e dar um tempo para minha cabeça assimilar o seu conteúdo. Outras vezes estava tão empolgante e gostosa a leitura que curtia muito e não parava de ler, parecia até eu lendo os livros de Dan Brown nas férias, ou assistindo o filme Matrix.

    O autor conseguiu colocar neste livro toda a situação que estamos vivendo neste planeta e principalmente aqui no Brasil, confesso que não gosto muito de política, mas a forma como você a colocou foi de fácil compreensão e acompanhamento. Usou termos que já estão a muito tempo e diariamente no nosso noticiário, retratando nossa realidade como o domínio dos países poderosos, FBI, as notícias exaustivas e repetitivas dos jornalistas, redes sociais, suicídios, medicina e enfermeiros provocando mortes, planos sociais, SUS, asilos sendo locais de execução assistida, testes psiquiátricos, ataques programados e executados via internet, comércio de órgãos, estupro, MST, postos de vigilância com bandeiras, ameaças de emprego, ONU, guerra fria, delatores, tsunami, G 20, concurso público, suicídio em massa, atiradores profissionais, globalização, comunismo, escravidão, tráfico de órgãos, magia negra, mercado paralelo, racionamento de alimentos, privações, vandalismos, protestos, mercado negro, suborno para angariar votos, grupos infiltrados, facções criminosas, lavagem de dinheiro, contrabando de armas, extorsão de políticos e empresários, abaixo assinados.

    O prólogo foi bastante descritivo, parecia que eu estava vivenciando cada detalhe narrado, leitura gostosa e suave. Os capítulos seguintes foram uma leitura pesada em relação ao sofrimento e descaso dos ressuscitados e toda a desgraça acontecendo ao planeta. O transporte para o RS, por exemplo, me lembrou os judeus sendo levados aos campos de concentração.

    Adorei a leitura que descreve o comportamento dos ressuscitados, sentir as pessoas, não se importam com o tempo, fechar os olhos para ouvir o coração e saber em que direção seguir, curar a dor apenas passando a mão pelo local doente, maneira sábia de se comportar, forma simplista de encarar os problemas, estabilidade emocional, claros e transparentes na forma de pensar, não articulam ou criam estratégias, não apresentam qualquer tipo de atitude dissonante, comportamento sociável, interagem normalmente apesar das diferenças raciais e linguísticas, interação e respeito entre eles, refinamento perceptivo, deixam as sensações simplesmente fluírem, não existe mais a maternidade ou a paternidade dominadora, livre do comportamento selvagem e desconfortável de posse, a família retrata a ternura, o respeito, companheirismo, estarem juntos é o principal motivo de existirem, e senso de grupo, não se faz necessário lutar para existir, sentimento puro, capacidade de se regenerar, não possuem ímpeto de violência, aprendem através da observação. Bem ao contrário dos humanos com a luta pelo poder e posse, dominância afetiva, deflagadores de neuroses, perversões e crimes sociais, defendem teorias e mais teorias, vivem em discórdia como fantasmas, cheios de falsos conhecimentos. Não se suportam na grande maioria, competem por tudo e entre eles mesmos, seus instintos assumem a lógica racional, pressionam e manipulam os outros, tudo é camuflado por um sentimento contraditório e sem definição e que chamam de amor, se agridem física ou psicologicamente.


    Enfim, o livro é tudo o que eu esperava deste escritor, com sua forma simples, emocionante, envolvente foi me cativando. Obrigada por mais esta maravilha de obra.
    Ass.: Silvana A. G. da Silva

    ResponderExcluir

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Versos da alma

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Versos da alma

Versos da alma

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[Súmula de domingo] - JOGOS DA MASSA – Ana Cristina

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com