quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

[COLUNA DE FÉRIAS] Dilacera-me

Faça do meu sangue
O suco do teu pecado
Minha carne em suas unhas
As vísceras de um amor consumado
Você é o risco
Da minha escuridão
Mas ainda te imploro
Mastigue meu coração
Se necessário
Arranque pedaços
Dilacera-me
Acabe com meus traços
Se faça feroz
Me consuma
Me leve ao fim
Me destrua
Mas não me deixe ser

Uma pessoa tão crua

DAVYD VINICIUS


Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Sofro em teu olhar - Robson Lima

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com