terça-feira, 17 de janeiro de 2017

[COLUNA DE FÉRIAS] Sentido Da Vida À Esquerda


Não quero o sentido da vida
Perfeito e enfim acabado
Não quero saber a verdade
Eu prefiro estar errado

Eu prefiro estar incompleto
Ter o prazer de montar minhas partes
Prefiro ser ignorante
Tal como Pedro Malasartes

Descobrir a cada momento
Uma solução que melhor se encaixe
Me perder e me achar sozinho
Não quero que ninguém me ache

O dia que eu souber de tudo
e sentar ao lado de deus
eu terei que sair desse mundo

ARUA FAZENDEIRO

dizendo um triste adeus(o sentido da vida: sentido horário)

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Sofro em teu olhar - Robson Lima

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com