domingo, 16 de abril de 2017

[Súmula de Domingo] Páscoa – Passagem e Libertação – Ana Cristina da Costa


Salve, salve a páscoa!!! – do hebraico pesah, para o grego, passagem.

1. “A Páscoa no Primeiro ou Antigo Testamento tem a finalidade de celebrar a passagem do Senhor Deus, que libertou o povo de Israel da escravidão do Egito. No seu aspecto histórico a Páscoa no AT é a festa que faz a memória da passagem de Deus no Egito para a libertação do povo. (Ex 12)
2. No aspecto agrícola anteriormente era a celebração do início da primavera, no primeiro mês da colheita da cevada, e que Israel adaptou, para a celebração da Páscoa, onde faziam pães sem fermento, conforme está em DT 16,3.” http://www.abiblia.org/ver.php?id=6588

Permeando entre os significados da páscoa, eles diferem pouco nas instâncias religiosas, salvo um detalhe ou outro em complementação, mas nada que os separe ou lhes dê um lugar em separado dos outros. O mesmo acontece com os símbolos e achei muito interessante pois cada um puxou a sardinha para a sua mesa ou melhor o peixe, a colomba pascal, o coelho, os ovos, o pão sem fermento, o cordeiro, o sino, a grande vela (círio pascal), o ramo da palmeira, o girassol, o pão e o vinho a quaresma e os óleos santos.
Símbolos à parte as datas religiosas são sempre o galardão comercial, são dias representativos, em que se comemoram dias depois os donos dos negócios, os bolsos cheios de moedas. Os fabricantes de ovos de chocolate, abrem suas minas de ouro e distribuem o rico alimento, o que não podemos deixar de enfatizar, diga-se de passagem, é muito gostoso, e fazem a festa das crianças, jovens e adultos, ou seja, tirando um outro que não gosta da iguaria, ficamos todos encapsulados de néctar negro. Um manjar dos deuses.
Partindo da representatividade religiosa, a páscoa é um acontecimento em que, embora não seja seguido por algumas poucas religiões, confere aos fiéis momentos de pura reflexão. Ficam a maioria, entronizados no sofrimento de Jesus e toda a sua trajetória até a libertação do corpo e da alma, na ressurreição. Agora é uma pena que este sentimento não perdure e ou não atinja a todos da face da terra. A compaixão e amor ao próximo deveriam ser movimentos para a vida toda.

Vivemos momentos de muita tensão no mundo e uma incerteza que põe a todos num mesmo barco, somos a ponta do iceberg, manipulados, vivendo sob os decretos dos soberanos. Então nunca necessitamos tanto de uma páscoa em nossas vidas e de um mártir como Jesus exemplificando com seus ensinamentos de amor.
Salvem-nos de toda a infelicidade e miséria, pois se resolverem, os comandantes das nações, que suas vontades são supremas, não restará nem mesmo um só ovo para contar a história.
Eu quero o meu coelho e toda a paz reinando na terra, quero andar e viajar por aí sem pagar pedágio nos grandes portões das cidades santas, e infelizmente o preço, hoje é a própria morte.

Desejo um domingo perfeito de páscoa a todos vós!!!
Paz, Shalom, Heiwa, Fridur, Peace, Rukun, ..........
Dica de filmes sobre a páscoa - http://www.semprefamilia.com.br/10-filmes-para-assistir-com-a-familia-na-pascoa/

Ana Cristina da Costa
Imagem extraída do Google 

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[Biografias Reais] Escritor José Saramago

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com