quarta-feira, 3 de maio de 2017

[4ª Poética] Nuvens - Patricia Fonseca


As nuvens ao vento
desenham nossos sonhos.
Refletem as pequenas coisas da nossa vida
Em flocos de algodão.
Destino desconhecido.
Se transformam o tempo todo.
As vezes ficam tão cinzas... tão escuras que desabam em gotas.
As vezes desaparecem no azul do universo.
As vezes cavalgam no dorso das montanhas.
Pincelam o céu como uma grande artista.
Como será a sensação de pegar
uma nuvem?
Que parece sem corpo, feita só de alma.



PATRICIA FONSECA
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Versos da alma

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Versos da alma

Versos da alma

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[Súmula de domingo] - JOGOS DA MASSA – Ana Cristina

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com