domingo, 4 de junho de 2017

[Súmula de Domingo] Que Deus nos salve!!!! - Ana Cristina da Costa

É isso mesmo? Esperaremos por Deus? Esperaremos que ele desça novamente das nuvens e nos fulmine como moscas em festa alheia?
Em nome de Deus, por ele e com ele, se dizem os assassinos, vão escrevendo mais um capítulo da história que não acabou.
É porque a festa certamente não é nossa, somos intrusos em nossa própria casa/mundo ou nunca a tivemos como tal.
Desde os remotos tempos que o Homem, este ser superior, usa o nome da invisibilidade, o nome de uma força superior, a cósmica inexplicável e talvez nunca sabedora e entendida, para justificar suas falhas e malfadadas investidas contra o outro. Tudo isso em prol de um comando, um posto que dure talvez poucos dias ou horas ou nem mesmo ele sobreviva para levantar a taça da intemperável animalidade.

Movidos pelo ódio, pela ganância e a cega ambição de serem os melhores e intitularem-se os Certos, é que saem por aí promovendo assassinatos em massa e cada vez mais cinematográficos, pois são eles para que todos vejam.
A olhos vistos, sem pavor nem tremor nas mãos, apenas a determinação de entrar para história e alcançar o reino encantado de Deus é que os atores da tragédia, vão consumindo as vidas.
Eles usam bombas em si mesmos, explodem as pessoas e os lugares, porque mediante este ato heroico, ele terá o seu lugar marcado e comprado, ao lado de Deus. É o ápice do individualismo. Acreditam que Deus o todo bondade, os acolherá após o aniquilamento.
Ele é bom, Deus é bom, e por sê-lo, creio eu, nos dá a liberdade de ação o tão famoso livre arbítrio, mas nos dá a consciência para que ela seja o juiz, ele falhando, temos o povo que fará a interpretação que mais lhe convier. Somos humanos e ao mesmo tempo em que almejamos o bem-estar, também desejamos a morte de outros pelo simples fato de termos sido contrariados.
As batalhas permanecem e elas são pelos mesmos motivos de outrora, que o centro do umbigo seja ele o marco, o ponto forte, o melhor e o certo, porque tudo que estiver fora dele será exterminado e ou escravizado.
Continuamos animais, só não nos definimos em nenhuma espécie, pois todos os outros são organizados, obedientes aos seus chefes e matam pela necessidade de saciar a fome, também fazemos isso, somos também predadores, matamos, vacas, bois e uma infinidades de outros seres vivos para nos alimentarmos e neste quesito não nos diferenciamos, mas o que foge à regra é a ação desordenada de alguns para saírem matando os afins na intenção de saciar outras faltas, já que nos intitulados RACIONAIS. Não nos demos conta disso, precisamos nos domesticar, mudar os hábitos que não nos cabem mais para que possamos sobreviver num planeta melhor.
Sejamos, pois um pouco São, para que a humanidade conquiste o seu posto de animal superior.
Ana Cristina da Costa
Imagem extraída do Google.
Indicação de filmes sobre Deus.

https://www.youtube.com/watch?v=2dqZ-tRFHBw
https://www.youtube.com/watch?v=p1J8aI9UAvY
https://www.youtube.com/watch?v=qv9QPWS5nfk









Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Sofro em teu olhar - Robson Lima

Copyright © Faroeste Literário - entrevistas, cursos, resenhas e muito mais | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com