terça-feira, 22 de agosto de 2017

[Biografias - O futuro da literatura] Escritor Braga :Barros


Como poeta: Um professor!




A mesa do poeta
Contém o mundo.
(Braga Barros)

José Antônio Braga Barros, mineiro, poeta, notícias, editor, cronista, professor, diretor de escola, pai e avô. Apesar de toda a destreza nessas múltiplas funções e estilos literários, sabe que sua arte é a poesia! Amável, gentil nas palavras e nos gestos... Com seu jeito simples e sempre sorridente marcou (sem sombra de dúvidas) a vida de muitos alunos como eu, que hoje segue os passos do professor que tanto nos encantou. 

Não diferente, os seus filhos como o pai também se tornaram professores. É inegável o poder de atração e influências que suas palavras têm. Pra mim, ainda é algo mágico o que sua sensibilidade é capaz de proporcionar a nós leitores. Com seu dom e habilidade pinta sorrisos e transformações. A matéria era geografia, mas aprendi muito mais sobre as artes, sobre delicadeza, sobre poesia... sobre a vida! Aprendi o que é ser referência, com tanta responsabilidade e humildade, que tratava cada um como uma preciosidade, como um poema.

Natural de Paraisópolis/MG, iniciou sua carreira de professor lá mesmo. Logo, se transferiu para São José dos Campos/SP onde trabalhou até sua aposentadoria. Podemos dizer que foram mais de 30 anos dedicados à educação, logo, dedicados ao outro, dedicados à comunidade!

Veja como o autor defini sua vida: “1955. Prematuro chegou à Paraisópolis, MG. Com três anos de idade começou a usar óculos. Sempre foi ruim de bola, mas treinava com seus amigos. Não era bom de briga, algumas vezes apanhou na rua. Pela ordem queimou a cabeça de seu irmão, quebrou o nariz de sua irmã, jogou a outra pela janela. Aprendeu a ler e a escrever antes de entrar na escola. Depois que entrou na escola nunca mais saiu, até hoje. Foi aluno, professor diretor, facilitador. Mudou poucas vezes de endereço. Ainda conserva seus discos de vinil, seus livros e fotos. Gosta de conhecer lugares diferentes e de sempre voltar para sua terra natal. Gosta de poesia, de jornal, tinta, papel, cola. Sueli, Felipe e Francisco são razões de sua vida. Zé do Jayme e Neuza Regina, os grandes exemplos.” (Braga Barros)

Foi professor, diretor de escola, teve uma passagem pela Secretaria Municipal de Educação e pela Secretaria Municipal de Saúde em São José dos Campos. E ainda depois de aposentado, foi Secretário Municipal de Educação em Paraisópolis, por um ano. Mas não parou por ai, formado também em jornalismo foi editor por anos do Jornal O vento. Deixando claro que sua aptidão com as palavras e o amor por elas nunca foi deixado de lado, sempre caminhou passo a passo com sua vida pessoal e sua vida como educador.

Tanto que em 25 anos publicou 10 livros! Construindo assim uma carreira literária bem sucedida e cheia de premiações e honrarias. Conheça as principais:

  • ·         Prêmios: Talento de Paraisópolis, Clube Recreativo por ocasião do lançamento de meu primeiro livro em 1984.
  • ·         Brasão de São José dos Campos. Recebido na Câmara Municipal de São José dos Campos, como reconhecimento pelos bons trabalhos realizados em prol da Educação, ano 2000.
  • ·         Prêmio Aldo Papone - Viagem à Alemanha, no Programa "Aprendiz de Turismo" ´AVT - Brasil onde reptresentou o Brasil na Conferência Internacional de Turismo - GTTP , Bad Homburg, Germany, Novembro  de 2005.
  • ·        Embaixador do Município de São José dos Campos, pelo Decreto Nº 11.922/05, de 11 de Novembro de 2005,
  • ·         É acadêmico da Academia de Letras de São José dos Campos desde a sua reinauguração, ocupando a cadeira nº 10 que tem como patrono o Poeta Manuel de Barros.


Saiba mais através dos cantos abaixo:



Mariane Helena
Share:

Um comentário:

  1. Obrigado pelo carinho!
    Grande abraço,
    José Antonio Braga Barros.

    ResponderExcluir

Seguidores

Google+ Followers

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Anuncie

Anuncie

SnapChat

SnapChat

Facebook

Youtube

Feature Post

Google+ Badge

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Corrigida Anisofila - Jonnata Henrique

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com