domingo, 21 de outubro de 2018

[Súmula de Domingo] As Eleições, um esboço – Ana Cristina da Costa


Desde que o homem é socialmente, disputamos, discutimos tomamos partido. Posicionamo-nos ante uma preferência onde as ideias casam, encaixam-se nos anseios comuns.
Aristóteles chegou a definir o homem como um "zoon politikon",
um "animal político".
Digladiamos.
Casamos, fazemos parte de um grupo, descasamos nasce outro grupo, se andamos de bicicleta... Temos o privilégio de fazermos parte de vários grupos ao mesmo tempo e a mídia social nos permite isso. Por conta de tanta facilidade, as ideias são facilmente difundidas. Nossas preferências, se não filtradas, são jogadas nos bancos de dados do mundo, aí somos tachados como pessoas que gostam de manga muito mais que tomates, por exemplo. Não há retrocesso, uma vez jogada na corrente, mesmo que enxuguem os dutos, haverá sempre um balde reserva.
A vida é feita de escolhas em alguns casos ninguém pode fazê-la por você.
Neste momento melindro em que estamos inseridos e nosso país clamando por reformas urgentes, ajustes concretos, somos levados a uma onda de mesmices e fatos montados. Há um desrespeito coletivo, uma fúria desmedida e a política, vai caminhando linearmente nesta anarquia.
Domingo próximo haverá o 2º turno das eleições 2018, estaremos mais uma vez em estado de alerta e expectativas.
Votemos, façamos, pois, o papel político do animal civilizado, domesticado, socializado e num simples gesto de cabeça, cumprimentemos o outro, se quiser nem precisa olhar em seus olhos, mas ao menos se demonstremos cordialidade, pois, o outro, tem igualmente tantas ideias quanto você, talvez ele não enxergue as mesmas coisas, talvez ele esteja envolvido na histeria e não consiga ver as minúcias, as subliminares, talvez sim, mas de qualquer maneira, ainda que tenhamos lados opostos, temos o dever da Ordem e do Progresso.
No dia 28 de outubro de 2018, como um dia especial, mais uma vez, não estarei por aqui, então desejo a todos uma consciência politicamente correta. 
Por: Ana Cristina da Costa
Imagem extraída do Pixabay
Indicação de filmes:  
O Ano em que meus pais saíram de casa
Milk





Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Uma porta entreaberta - Elísio Mattos

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com