quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

[4ª Poética] Estações - Areli Potiguara

Estações

Mudam-se as paisagens de nossas estações
Cada temporada com sua safra inteira
Cores leves e enraizadas sensações
De uma esperança genuína e verdadeira
Algo que se busca dentro alcançar
Frutos de uma linhagem pura
Reações nas brisas frias e no calor
Cuidado que nos faz conscientes do amor
Mantimentos carregados a guardar
Reagimos conforme o clima a lidar
Sem porém mudar o que dentro há de melhor
As raízes sólidas que seguram firme nas intempéries
O enfrentar do caos, dúvidas e incertezas
Desponta a copa frondosa que sobressai
Aves aninham-se confiantes nos galhos
Cada vida buscando beber deste orvalho
Um cultivo benéfico e eficiente
Que reforça para toda ocasião
Subsiste fiel e pacientemente

Areli Potiguara
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Uma porta entreaberta - Elísio Mattos

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com