sábado, 1 de dezembro de 2018

{Projeto Láquesis} O espetáculo - Sarah Drummond





       
  

O espetáculo 



"O preconceito eleito
A culpa imoral
A violência descabida
Orientação sexual
Falta de respeito
No púlpito, no pleito
Homofobia, quem diria!
Amplificada pela ma-fé!
Homem, mulher
Somos todos bichos
Nichos de mercado
Datados!
Dotados de amor e querência
Por isso não esqueça:
Onde sobra intolerância, falta inteligência!" 
(O teatro magico)

        A noite parecia calma. Na Rua Central, pouco movimentada àquela hora da noite, um casal caminhava pela calçada, voltando de um espetáculo de dança apresentado em um
teatro ali perto. Matias estudava dança na faculdade de arte da cidade, e estava encantado por ter assistido a releitura de um dos musicais mais antigos do mundo, Caio, qu estuda cinema, estava muito mais interessado nos efeitos visuais. Por isso, conversavam empolgados quando tudo aconteceu.
        Conheceram-se na praça de alimentação da faculdade, e tudo aconteceu rapidamente, saíram juntos, com o mesmo grupo de amigos naquela mesma noite, foram para um bar  de Rock, não muito longe do teatro onde o espetáculo aconteceu, ali, sem que nenhum dos dois tivesse bebido, pois não gostavam de bebida alcoólica, trocaram o seu primeiro beijo.
        Na semana seguinte Caio jantou com a família de Matias, onde foi muito bem recebido pela sua família. Matias conheceu Ana Carolina, a Mãe de caio, em um restaurante de comida Italiana no centro da cidade apenas alguns dias depois, e o jovem carismático conseguiu arrancar alguns sorrisos da sempre severa advogada.
        Eles se amavam, e suas famílias se davam bem, o que fazia com que seu relacionamento fosse incrível, não perfeito, pois eles eram muito diferentes um do outro e tinham  personalidadesfortes. A teimosia de Caio e o orgulho de Matias quase acabaram com tudo no sexto mês de namoro, que foi quando suas famílias intervieram, dizendo a eles todos os motivos pelos quais eles deveriam ficar juntos. Duas semanas depois eles voltaram.
        O par de ingressos para o espetáculo foi o presente de um ano de namoro de Caio para Matias, que ficou simplesmente estonteado, pois havia ficado muito decepcionado quando tentou comprar ingressos e descobriu que já estavam esgotados. Por isso, enquanto andavam pela rua, naquela fatídica noite, pensava um pouco inseguro sobre o seu presente para Caio, que comentava sobre os efeitos de luz no palco, Sem se dar conta que os pensamentos de Matias estavam distantes.
        Tudo aconteceu rapidamente, e a reação dos meninos foi lenta.
        - Está tudo bem? - Caio Perguntou, apertando a mão de Matias na sua, fazendo com que ele o olhasse.
        - Sim, eu só estava... - Matias foi interrompido por uma voz masculina e zombeteira
        - Olha só o que temos aqui... - Disse um rapaz alto e musculoso, da idade dos garotos ele parou, travando o caminho dos meninos, na companhia de mais quatro jovens
- dois viadinhos dando sopa...
        Seus amigos fizeram expressões idênticas de nojo
        - Sabe o que eu faço quando eu vejo viadinhos dando sopa? - ele perguntou, olhando para Caio com os olhos cheios de ódio.
        Caio abriu a boca para dizer alguma coisa, mas não teve tempo, foi pego de surpresa com um soco em baixo do queixo que o levantou do chão... Matias teve o seu grito de revolta e medo interrompido por um soco em seu estomago.
        Foi a câmera de segurança de um banco que filmou os Quatro minutos diretos em que os meninos foram agredidos, apenas a duas quadras do bar onde trocaram o seu primeiro
beijo, a ultima coisa que Caio viu antes de perder a consciência e entrar no coma profundo do qual nunca mais saiu foi à calçada de paralelepípedos manchada com o seu sangue, e seu ultimo pensamento foi Matias, que sobreviveu a agressão brutal, porem ficou tetraplégico e entrou em uma depressão profunda. E assim, terminou uma historia de amor que poderia ter sido linda e duradoura, o crime cometido contra os meninos ficou em pune, mesmo Que Ana Carolina tenha usado todos os recursos que tinha para obter justiça pela morte precoce do filho lindo e sonhador...

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[Súmula de Domingo] Os Nossos Direitos – Anna Costa

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com