domingo, 2 de agosto de 2020

{Podcast Faroeste} - Atividades


    Olá, forasteiros! Você acompanhou as ultimas edições do nosso
podcast? Se não, vou deixar o link aqui em baixo.

01 Introdução:
http://www.faroesteliterario.com.br/2020/06/podcast-faroeste-gosta-de-desafios.html

02 Sinestesia auditiva:
http://www.faroesteliterario.com.br/2020/07/podcast-faroeste-01-sinestesia-auditiva.html 

03.  Sinestesia visual:
http://www.faroesteliterario.com.br/2020/07/podcast-faroeste-02-sinestesia-visual.html

    Para quem acompanhou, seguem as atividades propostas pela Mariane
Helena. Se você já fez a sua, mostre para a gente, enviando para o Email
Faroesteliterario@Gmail.com ou deixe aqui em baixo nos comentários para
que outras pessoas possam ver também. Aguardamos ansiosamente :)


Cronograma do curso 


Sinestesia Auditiva


Sinestesia Visual

Share:

domingo, 26 de julho de 2020

{Mês de Teresa} Ser mulher negra é - Rejane Barroso

Ser mulher negra é ter que provar todos os dias que se é forte, mesmo que em algum momento não estejamos bem precisamos ser resistentes, pois temos uma sociedade racista e sexista, mas juntas somos mais, pois somente nós sabemos o que passamos. Seguimos

Rejane Barroso
Share:

{Mês de Teresa} Menina preta - Oraida Generoso


Menina PRETA
                      
Vendida e explorada
Perdeu a pátria e os pais.
Perdeu a terra que amava
Liberdade...perdeu a paz!

Encontrou a solidão
A tristeza, o abandono,
Mas num dia,numa fresta
Um raio de Sol entrou.
Saiu à cata de si,
Novo rumo procurou.
Livro, escolas e portas,
Se abriram lhe mostrando
Que Teresas, Marias e Glórias
Aqui podiam ir chegando.
Hoje, adulta empodeirada
Segue a vida iluminando.

Oraida Generoso
Share:

{Mês de Teresa} Ser negra é um privilégio - Ana Noé

Ser negra é um privilégio,
nunca podemos aceitar a derrota.
 mas sempre devemos levantar a cabeça
 e seguir em frente,
sabendo que no final vai valer a pena a luta
Não importa quão duro seja o caminho.
Share:

sábado, 25 de julho de 2020

{Mês de Teresa} o negro pelos olhos de uma criança


Maria Eduarda, 10 anos
Share:

[Faroeste News] Mês de Teresa - Homenagem ao dia da mulher negra


{Mês de Teresa} O blog Faroeste Literário abriu espaço para o MÊS DA MULHER NEGRA e para todas as maravilhosas "Teresa" que existem no país, de diversas idades, exercendo variáveis funções na sociedade que precisam apenas de um lugar de fala. Esse mês é todo dedicado a elas! Conheça esse projeto em:

www.faroesteliterario.com.br
Share:

{Mês de Teresa} Onde tudo começou! - Tereza de Benguela

CINDERELA ESQUECIDA


Não dá para falar em consciência humana enquanto pessoas negras não tiverem direitos iguais e sequer forem tratadas como humanas.
Djamila Ribeiro - Filósofa e ativista



 mês de julho comemora-se o MÊS DA MULHER NEGRA e para todas as maravilhosas "Teresa" que existem no país, de diversas idades, exercendo variáveis funções na sociedade, precisamos um lugar de fala. Esse mês é todo dedicado a elas! Ou melhor a nós.
Pois: "A verdade é você (e todo brasileiro tem!) sangue criolo." Devemos aproveitar essa data para no mínimo, OUVIR e APRENDER.
Tereza de Benguela foi uma líder quilombola que viveu no atual estado de Mato Grosso, no Brasil, durante o século XVIII. Foi esposa de José Piolho, que chefiava o Quilombo do Piolho ou do Quariterêre, entre o rio Guaporé (a atual fronteira entre Mato Grosso e Bolívia) e a atual cidade de Cuiabá).
Com a morte de José Piolho, Tereza se tornou a rainha do quilombo, e, sob sua liderança, a comunidade negra e indígena resistiu à escravidão por duas décadas, sobrevivendo até 1770, quando o quilombo foi destruído pelas forças de Luís Pinto de Sousa Coutinho e a população (79 negros e 30 índios), morta ou aprisionada.
 O dia da mulher negra, foi inspirado nela. O dia de 25 de julho é instituído no Brasil pela Lei n° 12.987 como o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra.
Mas ela, a lei, seu dia, como outras de nossa milhares de HEROÍNAS NEGRAS  nesta sociedade estruturalmente segregadora e que marginaliza todas as minorias...
Esse mês com toda certeza, verás pelas nossas redes sociais o Nome de Teresa! (Parece que o jogo virou, não é mesmo?)



 (Mariane Helena)
Share:

segunda-feira, 20 de julho de 2020

{Mês de Teresa} Sou orgulhosa de mim - Isabela Generoso

SOU ORGULHOSA DE MIM

Minhas escolhas e vida de adolescente
Pobre, e negra,
Me levaram para o trabalho 
Muito nova!
E meus sonhos acadêmicos
Ficaram para depois:
Primeiro filhos e a família que formei.
Mas a vida,me fez aciada.
A dedicação, me fez destacada.
Por competência e luta,
Hoje lidero numa empresa 
Que a única pessoa negra sou eu!
E isso pra mim é motivo de orgulho.
Tenho uma família,
Que é todo o meu orgulho.
E hoje sou acadêmica,
E hoje, o meu boletim,
É O MEU ORGULHO!
Sonho voos altos, do tamanho
Do meu talento.
Sou mãe,
Sou mulher,
Sou líder,
Sou negra.


Share:

{Mês de Teresa} Eu sou resistência - Mariana Silva


EU SOU RESISTÊNCIA

Ao longo dos meus quase 90 anos
Muitos filhos, muitos netos e muitos bisnetos!
Sou quase tataravó, mas 
Gosto que me tratei como 18 anos!
Que é a idade da minha alma.
Se chegar em casa agora,
Me encontrará assim:
Cuidando das minhas flores!
Bem arrumada, linda!
Não saio da cama sem meu batom.
Minha vida foi muito trabalhar e muito cuidar.
Cuido até hoje! 
E tudo e todos!
Costuro para todos, 
Casa aberta e gosto de 
Bem cheia.
Gosto de luz e de gente.
Sou toda amor...
Amor de Mariana.

Share:

{Mês de Teresa} Preta, consciente e feliz - Marlene Eleutério

Sou mulher preta, consciente, feliz e agradecendo sempre por minha origem e ter conseguido passar para minhas filhas Yara e Nayara que neste mundo devemos sempre andar de cabeça erguida e acreditar que podemos ser e ter tudo de melhor na vida. 
Share:

sábado, 18 de julho de 2020

[Podcast Faroeste] 02. Sinestesia Visual - Série Sinestesia



Está no ar nosso 2º episódio da série "Sinestesia" e no episódio de hoje, Mariane Helena falará sobre a "Sinestesia visual", além de te dar ferramentas para aguçar esse sentido que poderá te ajudar muitíssimo na hora de colocar seu processo criativo para funcionar. Lembrando que é extremamente importante que você siga os áudios e faça as atividades propostas. Caso queira compartilhar conosco a sua produção, basta enviar aqui nos comentários ou para o email faroesteliterario@gmail.com. O nosso podcast já está disponível nos principais agregadores de podcasts, então não deixe de nos seguir, basta procurar por Podcast Faroeste Literário. #Compartilhe com os seus amigos e nos ajude a construir um amanhã com ainda mais histórias! ;) 6519717-1595124535199-8312a4f7… 6519717-1595124535199-8312a4f7…


Share:

sexta-feira, 17 de julho de 2020

{Mês de Teresa} Ser mulher Negra exige coragem - Cristiane Pereira

Ser mulher negra exige coragem
Atributo construído diante de tantas dificuldades.
Junto a minha mãe vivi muitos momentos de submissão, e com preocupação fui me colocando apreensão.

Uma mãe sempre à disposição de suprir as necessidades de seus patrões sem poder dizer não. 
Enquanto cuidava dos filhos dos outros, seus filhos eram cuidados por quem?.  

Diante de todas as dificuldades teve muita fé e coragem, criou sua filhas que hoje lhe dão orgulho e felicidade.

(Cristiane Pereira Calixto)
Share:

{Mês de Teresa} Para chegar até aqui - Nayara Eleutério


Como diz uma música do Djavan: " só eu sei as esquinas por que passei." A vida é um pouco disso, só você sabe e entende o que te fez chegar aqui. Seus tombos, o seu levantar, suas fraquezas e vitórias. Isso só desrespeita a você. Por isso de valor a toda sua trajetória! Nunca esqueça as ruas, avenidas e esquinas que ti fez chegar  aonde você está exatamente hoje.
Share:

{Mês de Teresa} Pensamento de Mulher Negra - Bianca Gomes


Pensamento de mulher negra

A mulher negra é bondosa, amigável,generosa, sensível e o mais importante é feliz não se importa com que os outros pensam dela
No seu coração sempre tem felicidade e principalmente sinceridade

Bianca Gomes
Share:

{mês de Teresa} O valor da mulher negra - Cristiane Gomes

O valor da mulher negra


Com uma  infância cheia de complexos cresceu ela,

Cheia de duvidas sobre quem realmente era ela

Porque de fato nasceu e até hoje viveu?

Em meio a tantas dúvidas não enxergava o quanto era bela,

Pois esta beleza vinha de dentro dela,


Por ser negra quantas dificuldades sofridas, e quantas rejeições vividas

Mas entra em cena alguém que de fato vê que ela vale a pena

Neste cenário difícil, mostra que ainda é possível acreditar,

Num amigo que sempre a ajudou a caminhar


Ao abrir os olhos, ela observa o quanto é bela e querida

Vê, que para esse amigo não existe cor de pele

Ela entende então, que somos como diamantes preciosos para Jesus,

Que sem medir esforços, investiu sua vida, para salvar negros e brancos naquela imensa cruz.

Cristiane Gomes
Share:

{Mês de Teresa} O caminho - Isolina Generoso



O caminho para o seu crescimento pessoal está em lugar desconhecido por você. E somente neste caminho está a rota para suas conquistas e realizações...esse lugar é o seu interior!

Isolina Generoso
Share:

quarta-feira, 15 de julho de 2020

[4°Poetica] Humanidade - Carolina Maria de Jesus




Depôis de conhecer a humanidade
suas perversidades
suas ambições
Eu fui envelhecendo
E perdendo
as ilusões
o que predomina é a
maldade
porque a bondade:
Ninguem pratica
Humanidade ambiciosa
E gananciosa
Que quer ficar rica!
Quando eu morrer…
Não quero renascer
é horrivel, suportar a humanidade
Que tem aparência nobre
Que encobre
As pesimas qualidades
Notei que o ente humano
É perverso, é tirano
Egoista interesseiros
Mas trata com cortêzia
Mas tudo é ipocresia
São rudes, e trapaçêiros
Carolina Maria de Jesus, Meu estranho diário
Share:

terça-feira, 14 de julho de 2020

{Mês de Teresa} O futuro - Adriana Mara






“O futuro é ancestral e é a ele que hoje me agarro com força, é nele que busco os ensinamentos, que compartilho com meus irmãos e irmãs, que vivencio neste momento de união."
Share:

{Mês de Teresa} Viver - Jessica Sena

Viver

No contratempo do relógio estamos sempre a correr. 
Entre um tic tac e outro buscamos nos satisfazer.
Já não sabemos mais se somos “donos” do tempo ou ele de nós.
Existe uma busca desenfreada pelo viver.
Viver como se não houvesse o amanhã.
De fato, hoje vivemos.
Vivemos buscando tempo para um encontro entre amigos.
Vivemos focados na conclusão da  nossa agenda e finalizar o dia com “ louvor”.
Vivemos devendo horas com quem de fato amamos.
Vivemos focados em um mundo chamado de meu.
Afinal, será mesmo que vivemos? 
Ah, sim ...
 Vivemos de palavras vagas e lembranças superficiais.
Vivemos com os ouvidos tapados.
Vivemos com os olhos vendados.
Vivemos achando que vivemos quando  na verdade sobrevivemos .
Ou melhor fingimos que vivemos.
Viveremos quando de fato o tic tac não nos assustar mais.
Viveremos quando o “Bom Dia” estiver além de uma “regra”, ou meras palavras lançadas, mas sim ditas com o coração desejoso em transmitir o que a de melhor em nós.
Viveremos quando emprestarmos os nossos ouvidos para aliviar uma alma aflita.
Viveremos quando estendermos as mãos sem olhar a quem.
Viveremos quando nossos olhares falar por si só.
Viveremos quando compreendermos o valor do importar se.
Viveremos quando o respeito foi uma prioridade.
Viveremos quando nos alegrarmos com as vitórias do outro.
Viveremos quando na era da tecnologia dissertarmos sobre o amor.
Viveremos quando o encontro não tiver prioridade nas redes sociais.
Viveremos quando o abraço e o beijo deixar de ser apenas um emotion.
Viveremos quando chorarmos com os que choram.
Viveremos quando sairmos deste “MUNDO MEU”  e mergulharmos neste “MUNDO NOSSO”.
Permita-se “VIVER”.


Jéssica Sena

Share:

segunda-feira, 13 de julho de 2020

{Mês de Teresa} Me orgulho - Jéssica Rosa

Me orgulho de ser a Mulher que sou hoje , Preta , Mãe de 6 Jóias raras e independente! Sempre de Cabeça erguida e conquistando aos poucos meu espaço! FORÇA, FOCO E FÉ é meu lema "
Share:

Seguidores

Instagram

Parceiro

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

{Podcast Faroeste} - Atividades

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com