sábado, 31 de outubro de 2015

[Halloeste] Poema "Sete Palmos" - Davyd Vinicius

Sete Palmos


Você definha
Em meio a sua podridão
Você se perde 
Em meio a devastidão

Se perdeu
Não se acha mais
Dobra os joelhos
Sem olhar para trás

Não ama
Apodrece
Solitário
Desaparece

De preto
Não há perdão
Se crucifica
Abaixo do chão

São apenas sete palmos
Um cemitério de ilusão
Há moscas habitando
Em luto pelo seu coração.

Davyd Vinicius

Um comentário: