quarta-feira, 20 de setembro de 2017

[4ª Poética] Corrigida Anisofila - Jonnata Henrique




Epanástrofe repito-me entre versos
Abduto,díspar,em anonimia eclipsado
Fugindo da sordícia humana estou
Envolto por densa égide elipsado
Ataraxia caligrafada biológico esboço
Equinóforo destino abcindido colapsado

Politomia e analecto em resumo
Buco busílis tento fazer prédica
Contumácia alimento visando aniilar
Envencilhar escuras partes com dédica
Enfrentar comtempto alheio horrípilo
Não há fármaco apenas cética

Falsídica e somática torpe sociedade
Alienados e factícios ignóbil infantaria
Congérie de máximas de repúdio
Nesta epístola exatificada eritropsia
Corda e banco fermata asfixiante
Escorço,exúvia,corrigida anisofilia

JONNATA HENRIQUE

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Para dizer que te amo - Daniel Souza

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com