quarta-feira, 30 de maio de 2018

[4ª Poética] A fênix - Jeff Tron




A Fênix 


Eu me lembro de quando os sonhos
Foram feitos para se realizar,
Mas o tempo foi cruel
E envelhecemos rapidamente.
Perdem-se as cores
E a forma de ouro dos nossos olhos;
Então se torna uma batalha respirar.
Pronto para viver,
Precisamos
Ser a melodia que sela nossos próprios destinos
E desta vez sermos a revolução!
Mesmo que o furação tenha devastado tudo
Há um caminho nos escombros
Como a fênix que das cinzas se perpetua
E renasce graciosamente e voa acima da dor
Sabendo que desta vez eu serei melhor!
Limpando o suor do rosto
Vestindo o melhor sorriso
Iluminando o céu!


JEFF TRON
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[Súmula de Domingo] Passo a Passo – Anna Costa

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com