domingo, 10 de março de 2019

[Súmula de Domingo] Do Telefone às Séries – Ana Cristina da Costa



1876, ano em que o inventor Graham Bell patenteou a invenção que mudou o mundo, o telefone. A consideração de seu justamente por ter sido ele o primeiro a patentear a invenção e por tê-la feito usando impulsos elétricos.

Não por acaso, Graham Bell por incrível que parece teve em sua à sua volta pessoas com deficiência auditiva, aja vista sua mãe e esposa, o que o levou a aprender a linguagem dos sinais muito cedo.

Graças a este invento que hoje estamos aqui nos comunicando com o mundo literalmente. Outros inventos deste cientista também foram muito importantes para a nossa história, mas foi o telefone pelo qual ficou mundialmente conhecido.

Quando crianças, brincávamos de telefone, duas latinhas furadas no fundo e um barbante fazendo as vezes do fio de comunicação, eu diria que a brincadeira rendia, pois nos proporcionava um poder incalculável. Estávamos experimentando algo inovador.

Embora em casa tivéssemos aquele pretinho básico, acessório proibido às crianças, salvo para as fotos que encantariam o mundo posteriormente, o nosso telefone com fio de barbante ficou por muito tempo povoando o imaginário das crianças.

Tivemos uma fase muito boa na década de 60 e 70, éramos envolvidos nos manuais de quaisquer coisas, sem contar com o Manual do Tio Patinhas, este foi o nosso livro de cabeceira por muitos anos, aliás quem não se lembra do lampadinha?

Para os curiosos e igualmente cientistas, abaixo, deixo o link de um blog onde pode descarregar o Manual em PDF.

Hoje dificilmente as crianças brincam com essas invenções e ou com brincadeiras de roda, primeiro não há incentivos, os pais geralmente estão envolvidos com seus afazeres e quando estão com a cara enfiada nos aparelhos celulares. Quando Graham Bell inventou o telefone ele não poderia dimensionar o avanço tecnológico que teríamos, é um orgulho ou um arrependimento? Qual sentimento teria? Bem seja qual for o fato é que a coisa já está feita e inventada não há retrocesso.

Você pode agradecer ou lamentar, fica a critério.

Claro que uma invenção leva a outra, não foi apenas Graham Bell o inovador e único revolucionário de toda a história, eles se completam.

Através de um o outro cria outra coisa que leva a outra e por aí vai, ou vamos, seguindo o curso da vida nos reinventando, nos redescobrindo, aprimorando e amenizando as dores. Graças a estes gênios é que estamos todos aqui COMPARTILHANDO, esta é a ação do momento, novas ideias.

Por conta deles, nos formamos em cursos superiores, nos colocamos em comunicação com alguém que está do outro lado do mundo em tempo real, através de vídeos, ou seja, podemos nos ver através de aparelhos telefônicos, falar e ouvir vejam quantas ações somos capazes de exercer por conta invenções de pessoas que viveram há muitos anos antes de nós, de outras tantas que vivem ainda e que trabalham dia e noite para novos aprimoramentos, a eles não temos precedentes em agradecimentos.

Usamos os aparelhos para diversas ações, não tão somente para a primeira proposta que era a de fazer e receber ligações, mas os usamos principalmente a fim de nos deleitarmos com as séries de nossa preferência, assim as horas de descanso e lazer, estão garantidas.

Somos e seremos eternamente gratos.
In memoriam – Graham Bell, obrigada.
Por: Ana Cristina da Costa
Imagem extraída do
Indicação de filme: 12 filmes para apaixonados por tecnologia. https://exame.abril.com.br/tecnologia/12-filmes-para-apaixonados-por-tecnologia/#1

Fontes:

http://opiniaoenoticia.com.br/internacional/alexander-graham-bell-faz-primeira-ligacao-bem-sucedida/

http://dicasdemaeparamae.blogspot.com/2012/09/brincadeira-telefone-de-latinha-ou.html

https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Especial:Citar&page=Lampadinha&id=52711373

http://aspasnoir.blogspot.com/2012/05/manual-do-tio-patinhas-1972_06.html

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[Especial Faroeste] Dia dos namorados

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com