domingo, 17 de março de 2019

[Súmula de Domingo] Que tal uma pausa? - Ana Cristina da Costa


Que tal uma pausa?
Já parou para pensar na sua felicidade?
Em como poderia mudar para que este estado permanecesse em você?
Muitos se acham incapazes deste ato tão nobre.
A felicidade não é irradiada como deveria infelizmente o sentimento contrário prevalece.
Temos de sobra ondas de negatividades acessadas em tempo real pelas telas de celulares, elas minam consideravelmente a esperança e o pouco de felicidade que temos no diário.
 Lute para que não nos revelemos animais retrógrados incapazes de amar.
Se eu disser que a felicidade é a gota de orvalho caída na grama, você acreditaria?
Que ela é o café quente tomado pela manhã acreditaria?
Que o fato de levantar-se da cama, olhar-se no espelho e sorrir é a pura felicidade, acreditaria?
Que quando nos deparamos com o milagre da vida, o nascimento de um ser igual a nós, e que se pensarmos, somos fábricas de gente, este fato é a pura felicidade, acreditaria?
Que tivemos a oportunidade de chegarmos até aqui, eu, você e os nossos e querendo podemos nos abraçar a qualquer momento e nos revelarmos em amor. Portanto envolvidos neste sentimento seremos alimentados, pois somos carne, espírito e alma. Se eu disser que isso é a mais pura felicidade, acreditaria?
Se você não acredita em nenhuma dessas coisas que disse até agora, faça uma pausa, fuja de tudo e de todos e pause a adrenalina que te impede de enxergar os melhores momentos, os mais ínfimos, os considerados medíocres por terem sido tão breves, aquele olhar profundo em alguém e que nunca esqueceu a expressão no olhar, o sorriso e o jeito de andar.
Pare, pois você está fora deste mundo que é todo feito de emoção, é todo feito de carinho e de amor.
Pare e reflita que nas pequeninas coisas deste mundo há a paciência até que se revelem as mais belas flores, até que mude o cenário por conta das estações do ano e que cada uma delas tem sua particularidade, sua beleza ímpar, que jamais a neve poderia acontecer juntamente com o cenário de Jericoaquara e que ninguém ficaria com roupas de praia numa tempestade de neve ou que se banharia e brincaria de bola com seus filhos num lago congelado.
Reflita, pois as nuances que o mundo te oferece estão para todos nós, basta que saibamos andar por ele, que nos permitamos sair por aí, observando, saboreando, conhecendo gente, admirando lugares, espalhando sorrisos e absorvendo conhecimentos.
Reflita, faça uma pausa depois volte aqui e me diga como foi sua jornada.
Tenham todos vocês um início de semana repleto de amor!
Por: Ana Cristina da Costa.
Imagem extraída do Pixabay
Indicação de filme: http://www.adorocinema.com/filmes/filme-109815/ Pequena Miss Sunshine

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com