domingo, 9 de junho de 2019

[Súmula de Domingo] A Que Horas? – Anna Costa.


Eu ando de cá pra lá, num ritmo frenético. Ando mais rápido que o ponteiro marcando os segundo no relógio. Ando de um lugar a outro, numa desproporção sem fim. Faço coisas mil sem a terminação. Coleciono amigos e atividades, discorro no meu tempo, sem tempo algum.
Minhas células aceleram sua partida, a carne desfalece no amolecimento da idade, a visão sobre as coisas nos dão o freio que precisamos, assim desaceleramos mediante a imparcialidade, a mente é vivaz, o corpo incapaz e a vida implacavelmente escolhe os permanentes.
A conversa não é depressiva, nem tampouco mórbida, é uma prosa de alerta sobre o que fazer com as suas horas?
Existem diversos mecanismos de organização das atividades diárias, recentemente soube de um quadro onde você organiza diariamente suas metas, sem procrastinar, sem omitir as informações corretamente, ele se chama rastreador de hábitos (Planner), este pode ser sim uma ferramenta que te trará disciplina sobre a vida louca a qual levamos. Há também os aplicativos que você pode baixar no celular, assim terá os lembretes onde estiver. https://aceleracaodigital.com/ferramentas-para-organizar-tudo/
Este link aquí está prontinho para baixar o Planner e começar uma nova vida, boa sorte! https://drive.google.com/file/d/1BLtsgIDk_ydGchB-9-rLoApH-lUD9owk/view
Toda forma de organização é válida e hoje precisamos muito mais de mato do que de teclas, então não perca tem em organizar o seu. https://pt.wikihow.com/Organizar-o-seu-Tempo-de-Maneira-S%C3%A1bia
Não enlouqueça, comece hoje mesmo a colocar as coisas no lugar, pois os minutos são ouro no seu báu de vida!
Desejo que hoje seja um dia de reflexão, pense, A que horas começará a ganhar tempo? Um beijão a você!
Por: Anna Costa.
Imagem extraída do Pixabay

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Palavras de vida - Areli Potiguara

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com