quarta-feira, 3 de julho de 2019

[4ª Poética] Partida - Elísio Mattos

Partida...



Partistes
Mas que partida mais insana foi essa ???
Em mim ficou bem nítido
Teu cheiro e teu sabor
Teu cheiro me impregnou
Teu sabor me adocicou
E tudo me alimentou
Acho mesmo que somente o corpo foi
Mas a alma ficou
Está aqui comigo
Em tudo que vivo
Nas coisas que gosto
Você está e sempre estará em mim
Pois tudo que eu toco, sinto o teu toque
Como se fosse você a me tocar
Partida sem volta, vida sem vida
Pois sem você minha vida
Não posso viver
Volta logo para este seu habitat
Porque você não se foi de dentro de mim
Ainda habitas dentro deste ser
Volte com teu corpo, pois a sua alma continua comigo...
Vem, vem estarei a te esperar para todo o sempre...

Elísio Mattos
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Instagram

Parceiro

QG dos Blogueiros

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

[4ª Poética] Uma porta entreaberta - Elísio Mattos

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com