sexta-feira, 10 de julho de 2020

{Mês de Teresa} Mulher Negra - Angélica




MULHER NEGRA

Venho de uma realeza negra, vitoriosa, de um útero negro.
Laços cortados e agora?
Me torno forte, passando por diversos preconceitos não entendidos,
pureza de uma criança...
Mas venho de um sangue forte, 
Sem medo de enfrentar mentes fracas,
não me equiparo a sua fraqueza mental.
Porque sou e tenho que ser forte, mas não me abalo por ter que provar, noite de lua, dia de sol, por que minha fortaleza é nata.
Me curvo feito bambu mas me levanto e me lanço feito flecha e me restabeleço, porque aqui deixo meus vitoriosos frutos uterinos.
Share:

Um comentário:

Seguidores

Instagram

Parceiro

Facebook

Youtube

Blogs Brasil

Feature Post

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Postagem em destaque

{Podcast Faroeste} - Atividades

Copyright © Faroeste Literário - Para um amanhã com ainda mais histórias | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com